Poucas coisas me deixam sem graça ou desconfortável, mas venho hoje trazer um assunto que me deixa realmente sem saber o que fazer.

Quando saímos para jantar COM ALGUÉM QUE AINDA NÃO TEMOS INTIMIDADE, tudo rola super bem, papo legal, comida bacana, mas sempre chega aquela hora desgraçada e tensa de pagar a conta, e aí???

Essa situação se aplica somente pra casos em que não conhecemos bem ainda a pessoa em questão, depois com a intimidade o problema se resolve, acordos não verbais vão se estabelecendo com o tempo e se resolvem sozinhas questões como esta.

Sou uma mulher independente, posso tranquilamente pagar a minha parte do jantar, mas manda a etiqueta que o cavalheiro arque com as despesas. Com os tempos modernos e com o advento da independência feminina, na maioria das vezes esse conceito cai por terra.

Penso que por trás do fato do homem pagar ou não a conta, estão muitas questões importantes. Uma vez uma amiga me falou que se o sujeito não paga a conta ela nem sai mais com ele, achei aquilo muito radical e na hora não concordei. Mas pensando bem, um homem que faz questão de pagar o jantar, se mostra gentil, educado, e que está disposto a arcar com as despesas dos encontros para poder manter a freqüência deles.

Se eu fosse homem, jamais e , em hipótese alguma, eu deixaria uma mulher pagar a sua parte, mas falo isso sendo mulher, se fosse homem mesmo , será que pensaria dessa forma???

Por ser uma convenção antiga, mas ainda presente no nosso dia a dia, o homem pode pensar que se a mulher deixa ele pagar, pode querer dizer que ela pode estar interessada também em sua conta bancária, ou que se a relação se aprofundar, ela dependerá financeiramente dele, e nenhum homem quer isso hoje em dia e também nem se admite mais este tipo de relação, pelo menos na minha opinião.

Diante de tantos conceitos novos e modernos, como fica esta situação???

Eu particularmente acho que eles devem pagar, mas como não se constranger nesta hora???

E sabem por que eu penso assim????

Porque para nos mantermos higiênica e esteticamente em dia, gastamos uma verdadeira fortuna.

Eles, tomam um banho, usam um aparelho de barbear que custa 12,00 , cortam o cabelo uma vez por mês e gastam no máximo 40,00. Claro que tem alguns que investem mais em si mesmos, eu tenho pacientes homens que se cuidam e fazem botox ou tratam alguma ruguinha, mas ainda são minoria e ainda assim nem chega perto do que nós mulheres investimos no body.

. Fiz minhas contas e vejam só!!

Calculei o que gasto por mês!

Depilação: 200,00

Mão e pé: 180,00

Manter as mechinhas do cabelo: 280,00

Escova 1X por semana:120,00

Botox de 6 em 6 meses: 165,00/mês (990,00 2X por ano=1980,00 Dividido por 12+165,00/mês)

Peeling: 200,00

Massagem e drenagem linfática: 450,00

Hidratação do cabelo: 120,00

Carboxiterapia uma vez por ano custa por mês (mulher com celulite ninguém merece!): 100,00

Psicoterapia (uma mulher bem resolvida não tem preço!!hehehe!): 600,00

Terapia holística (tratar o espírito é fundamental para atrair pessoas com boas energias): 300,00 (já com o floral)

TOTAL: 2715,00 POR MÊS

Isso que, obviamente, não computei cremes, shampoo, mascaras para os cabelos, roupas, maquiagem, perfumes, lingeries, bolsas, sapatos, jóias , bijuterias… … …

Foi por conta destes cálculos que eu cheguei a conclusão que eles TÊM que pagar a conta sim,!!!!!!!!!!! Mas nunca deixo de me constranger na hora. Sempre digo: timidamente:

– Vamos dividir a conta?

Se ele diz que não, não insisto, mas tem alguns que não se importam de dividir e me deixam entregar o cartão de crédito para o garçom. Estes perdem pontinhos comigo, não sou radical, se eu gostei saio novamente, mas com pontos a menos no histórico do fulaninho hehehehehehe!!!!!!!!!!

Gurias, me mandem relatos, ou maneiras de encarar isso sem ficar desconfortável.                                                                                                                                                           Grande abraço!

Dra. Letícia Villwock – CREMERS 25419

Tratamentos Estéticos – Moinhos de Vento / Porto Alegre

Telefone: (51)3012-1137

WhatsApp: (51)9.9290-8734